ABAMBA faz apresentação para o Presidente LULA

No dia 25 de abril, “Os Meninos do Barão” tem mais um grande desafio – o grupo se apresenta em Paulínia, na inauguração da Petroquímica BRASKEM, que conta com a presença do presidente LULA. O grupo apresenta uma versão própria da música GENTE do Caetano Veloso “Gente é pra brilhar, não pra morrer de fome...” com participação de Beto Regina (vocal) e Milena Nunes (piano).

O ano de 2008 começou cheio de surpresas boas para os novos bailarinos atores formados pela ABAMBA – Associação dos Benfeitores e Amigos de Meninos Bailarinos Atores. Valdo Malaq, 20 anos, após seis anos de curso, onde teve a oportunidade de realizar mais de 150 apresentações em público pelo Grupo “Os Meninos do Barão”, projeto social da ABAMBA, formado bailarino ator profissional, hoje integra a Cia de Dança do Amazonas CDA, em Manaus, fazendo sua estréia no festival de Óperas do Teatro do Amazonas. Ao final do primeiro ano na entidade, já afirmava convicto: “quero ser bailarino profissional”.

A ABAMBA é uma organização não governamental sem fins financeiros, que desde 1997 vem transformando a vida de adolescentes que passam pela entidade, por meio da arte-educação e cidadania, formando-os bailarinos atores, aptos a ingressar no mercado de trabalho, com DRT (registro como profissional na Delegacia Regional do Trabalho). “O principal objetivo quando eles entram no projeto é resgatar a auto-estima, pois são meninos em situação de risco social e pessoal”, argumenta Beto Regina, coordenador da entidade.

O mercado tem carência de bons bailarinos do sexo masculino e por outro lado, nas periferias das cidades, muitos meninos com dons para a dança, que muitas vezes fica escondido sob uma nuvem de desesperança e incertezas. A dança para homens, principalmente o balé, ainda sofre preconceitos, mas para estes adolescentes que descobrem a maneira de se expressar por meio da arte, de criar e ainda tornarem-se profissionais, esse é só mais um obstáculo a vencer. É sublime presenciar a satisfação a cada coreografia interpretada e os sorrisos que desabrocham nestes rostos cheios de talentos.

Cada um vai tecendo sua história e certamente vivenciando experiências, como é o caso de Clay Ferreira, 23 anos, que, além de ser um agente multiplicador da dança na ABAMBA e em outras entidades, foi um dos 8 selecionados, após audição da qual participaram 70 profissionais, para integrar a Companhia de Dança Teatro Ivaldo Bertazzo, em São Paulo.

As novidades não param por aqui: mais dois bailarinos encaminhados para o mercado de trabalho: Halex Farlys, 18 anos, contratado pela Cia. Paraládosanjos, de Campinas, e Alexandre Barranco, 18 anos, que após audição, passa a ser integrante do Balé da Cidade de Taubaté. “Eu sempre gostei de dançar, mas não tinha oportunidade de estudar dança e me profissionalizar. Quando conheci a ABAMBA, com 11 anos, fiquei muito feliz e ao começar a freqüentar o projeto já tive toda a certeza de que eu estava no caminho certo, era isso o que eu queria”, conta Alexandre.

A trajetória até aqui não é nada fácil e ainda terão muitas coisas novas para vivenciarem. Foram seis anos alternados ao horário escolar, onde tiveram aulas de balé clássico e contemporâneo, técnicas circenses, musicalização, artes cênicas, história da dança, anatomia entre outras, além de reforço escolar para aqueles que apresentam baixo desempenho escolar. A cada apresentação do grupo “Os Meninos do Barão”, projeto social da ABAMBA, é um exercício para o que aprendem em aula e para elevar a auto-estima. Ao final do curso, com a média de 140 apresentações, são várias histórias com muitas aventuras enriquecedoras que eles contam com os olhos radiantes. Histórias de sucesso, estruturadas em muitas dificuldades que tiveram que enfrentar.

“A oportunidade de se apresentar é importante e estimulamos isso sempre que podemos. Para colocarmos tudo em prática, temos o grupo “Os Meninos do Barão”: montamos 1 espetáculo a cada 2 anos e nos apresentamos em escolas, teatros em Campinas, São Paulo, Ilhabela entre outras cidades do país “, diz Beto. O último espetáculo Sons e Cisnes que está saindo de cartaz, foi aplaudido em pé por mais de 10.000 pessoas durante os 2 anos que esteve em cartaz.

O projeto tem aprovação da Lei Rouanet e já conta com os patrocínios de: CAMPNEUS, EXPAMBOX, ADVOCACIA HEITOR REGINA E BORGWARNER; e está em fase de prospecção para captação de recursos. Até o momento se mantém com doações de amigos e algumas empresas e estão abertos para adesões de novos “amigos”, podem ser doações em dinheiro, roupas de ginástica (meias, camisetas, calças, agasalhos, sapatilhas, etc.) entre outras.

A transformação que ocorre nas vidas destes adolescentes é notória e eles também aprendem que é possível realizar os sonhos, mesmo com todas as dificuldades da situação em que vivem. Aprendem que podem traçar uma trajetória diferente, ajudar suas famílias e multiplicar o gesto de solidariedade dos muitos voluntários e amigos que acreditam na ABAMBA. Parabéns Valdo, Clay, Alexandre e Halex, que alcem grandes vôos.

ABAMBA
Fone 19 3289 0651
abamba@abamba.org.br
www.abamba.org.br

Autor: Beto

Notícia adicionada em 23/04/2008 ás 8:22.